Política

Impedida pela Justiça de disputar Prefeitura de Bayeux, Sara Cabral diz que inimigos da cidade “querem barrar a democracia”

Foto: reprodução / instagram

A ex-prefeita de Bayeux, Sara Cabral usou seu perfil numa rede social para expressar seu descontentamento com a decisão judicial que impede sua candidatura à Prefeitura Municipal de Bayeux.

A Justiça julgou e condenou Sara Cabral em processo por improbidade administrativa, que transitou em julgado na esfera federal. A sentença determina a suspensão de seus direitos políticos por um período de seis anos, a contar da condenação definitiva.

Em postagem numa rede social, Sara disse que a possibilidade de ouvir a voz da população é através da democracia, justamente, durante um processo eleitoral, onde tem o poder de escolher seu representante.

Entretanto, segundo ela, algumas pessoas estariam tentando impedir a população de Bayeux de ser ouvida. “Por que esse medo? Porque sabem que se Bayeux falar o nome será um só: Sara. (…) Os inimigos de Bayeux querem barrar a democracia a todo custo, mas não vão conseguir”, escreveu Sara.

A Justiça considerou a ex-prefeita culpada por causar prejuízo ao erário na utilização de recursos públicos federais. Na decisão, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região ordenou a restituição dos fundos ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Sara Cabral está impossibilitada de exercer seus direitos políticos até setembro de 2025.

Confira postagem:

PB Agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo