Além de Luciano Hang e Roberto Jefferson, oito deputados bolsonaristas estão na mira das buscas e apreensões realizadas pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (27). Os mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, relator da investigação no STF, e miram nomes ligados ao “gabinete do ódio”.

Entre os alvos da PF estão os deputados federais Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Daniel Lúcio da Silveira (PSL-RJ), Filipe Barros (PSL-PR), Junio do Amaral (PSL-MG), Luiz Phillipe Orleans e Bragança (PSL-SP), além dos deputados estaduais Douglas Garcia (PSL-SP) e Gil Diniz (PSL-SP), conhecido pelo apelido de “Carteiro Reaça”.

A investigação foi aberta no dia 14 de março de 2019, por portaria assinada pelo presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, e trata de ameaças, ofensas e fake news disseminadas contra integrantes da Corte e seus familiares. As apurações já atingiram ao menos 12 pessoas, entre deputados federais, estaduais e empresários bolsonaristas.

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, o dono das lojas Havan, Luciano Hang, e os blogueiros Allan dos Santos e Sara Winter também são alvos da operação da PF.

Istoé 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui