Mais uma novidade do São Paulo para a temporada, William foi apresentado, nesta quinta-feira, no Morumbi. Em entrevista coletiva, o meio-campista de 34 anos, que passou os últimos anos no futebol mexicano, se mostrou motivado com o novo desafio e exaltou a grandeza do Tricolor Paulista.

“Vou representar este escudo com muito orgulho e força de vontade. O São Paulo tem uma grande representatividade no futebol mundial pela sua história e conquistas.

E isso faz com que eu me motive ainda mais para fazer parte deste clube”, completou. Já integrado ao elenco são-paulino no CT da Barra Funda, William falou sobre brigar por uma posição na equipe de Hernán Crespo, descartou a condição de titular absoluto e listou possíveis concorrentes na disputa por vaga nos 11 iniciais. Esse é um retorno para poder ajudar o São Paulo no que eles acharem que sou capaz.

Sei que vão estar aqueles que o Crespo acha que são importantes. Eu chego para brigar por posição, não venho como como titular absoluto”, afirmou. “Tem o Daniel Alves, tem Luan, Liziero, Rodrigo Nestor, Tchê Tchê, são muitos jogadores nessa posição. Primeiro tenho que vencer a mim mesmo, sair de casa com a determinação de me superar.

É uma competição saudável, o elenco me recebeu bem”, finalizou. Antes de confirmar seu retorno ao Brasil, o meio-campista defendeu três clubes mexicanos. O Toluca, o América, onde foi campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF, e foi companheiro de Tiago Volpi e Ronaldinho Gaúcho no Querétaro.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui