Montadoras ficarão paradas até o dia 4 de abril. Imagem: Volkswagen/Divulgação

Nesta sexta-feira (19), a Volkswagen anunciou a suspensão de atividades da montadora no Brasil.

A decisão foi motivada pelo aumento nos casos de Covid-19 no país. A paralisação afeta a produção das fábricas de São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos, no estado de São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná.

A suspensão começa na próxima quarta-feira (24). Por enquanto, a expectativa da montadora é retomar as atividades no dia 5 de abril, 12 dias depois. Apenas atividades essenciais continuam nas fábricas. Funcionários dos setores administrativos vão trabalhar de casa.

“Com o agravamento do número de casos da pandemia e o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI nos estados brasileiros, a empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares”, diz a nota da Volkswagen. A empresa acrescentou que a medida foi “tomada em conjunto com os Sindicatos locais”.

Montadoras ficarão paradas até o dia 4 de abril. Imagem: Volkswagen/Divulgação

Em fevereiro, a Audi, divisão de carros de luxo do Grupo Volkswagen, paralisou a produção dos seus carros no Brasil. Mas, diferente da Mercedes e da Ford, que encerraram de vez as atividades no país, a alemã decidiu pela suspensão momentânea, deixando em aberto a possibilidade de uma retomada. Esta semana, a Chevrolet interrompeu a produção dos modelos Onix e Onix Plus por falta de componentes.

A decisão da VW é bem diferente da tomada pela Tesla no ano passado, na Califórnia. A montadora de carros elétricos norte-americana fechou foi fechada em março pelas autoridades e reabriu em maio, com o CEO Elon Musk desafiando o poder público a prendê-lo. De maio a dezembro, a companhia registrou 450 casos de coronavírus entre os funcionários da fábrica.

O Brasil já totaliza 11,8 milhões de casos da doença, com 290,3 mil mortes registradas. Na parcial desta sexta-feira (19), o país atingiu a marca de 2.815 óbitos em apenas 24 horas, respondendo por 25% das mortes globais pela doença.

Via: Quatro Rodas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui