“As aglomerações não podem existir. Estamos em tempo de pandemia. Não precisa de qualquer portaria para se evitar aglomerações. Eles podem e devem ser coibidas pelas autoridades sanitárias”, disse o vice-presidente do TRE-PB. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

O domingo das Eleições Municipais 2020 se aproxima e o risco de mais aglomerações na pandemia do novo coronavírus também. O dia do primeiro turno deve ter registro de comemorações dos candidatos e eleitores, reuniões de pessoas próximas das seções eleitorais e outros agrupamentos que possibilitam a disseminação da Covid-19.

Essa movimentação política já é tradicional em todos os anos de eleições. Mas, agora que o mundo vive a pandemia do novo coronavírus, os alertas para que se evitem aglomerações e se estabeleça o distanciamento social são constantes.

O vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Joás de Brito, confirmou ao ClickPB que a Justiça Eleitoral pretende contar com a conscientização da população para que não haja aglomerações.

“As aglomerações não podem existir. Estamos em tempo de pandemia. Não precisa de qualquer portaria para se evitar aglomerações. Eles podem e devem ser coibidas pelas autoridades sanitárias. Por outro lado, a população deve se conscientizar que o vírus continua grassando no meio de nós. A população tem que se conscientizar e encarar essa questão com muita responsabilidade e amor ao próximo”, declarou o vice-presidente do TRE-PB.

ClickPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui