A terça-feira promete ser agitada em um mercado já fechado para transferências internacionais. E tudo graças a dois veteranos insatisfeitos em seus antigos clubes e com acordos encaminhados para mudarem de ares: Nenê e Dani Alves. A história do multicampeão Dani Alves, de 38 anos, já não é novidade.

O lateral direito não entregou o que se esperava dele no São Paulo, que por sua vez não cumpriu com suas obrigações contratuais.

As partes discutem a rescisão e como será o pagamento das dívidas do clube com o atleta. Enquanto isso, o jogador tenta definir seu futuro. O destino mais provável de Dani Alves neste momento também não é segredo. O Flamengo é dos poucos clubes do Brasil com capacidade para arcar com os salários do veterano.

Marcos Braz, dirigente rubro-negro, evitou falar em negociações com o lateral, mas deu a entender que pode mesmo avançar pela contratação se o jogador estiver livre e o clube entender que é bom negócio esportivamente. “O Flamengo está sempre atento ao mercado e às oportunidades de mercado. Sempre digo isso”, resumiu o dirigente. Nenê, de 39 anos, também está insatisfeito no Fluminense, mas por motivos diferentes.

Peça importante do elenco desde 2019, o veterano meia-atacante perdeu espaço nos últimos meses ainda com Roger Machado no comando, e não viu a situação mudar com Marcão.

Nenê não saiu do banco na vitória contra o São Paulo, e atuou apenas nos minutos finais na vitória contra a Chapecoense antes disso. A última vez em que esteve em campo do início ao fim de uma partida foi em março.

As negociações pela rescisão de Nenê com o Fluminense foram notícia ainda na noite de segunda-feira em apuração conjunta dos canais Raiz Tricolor e Machão da Gama, que acompanham de perto os dois clubes. O jogador estaria de saída para ter mais minutos no Vasco da Gama, que disputa a Série B. Lá, reencontrará Fernando Diniz, com quem trabalhou brevemente no Tricolor.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui