Vereador de Bayeux acusa presidente da Câmara de procrastinar eleição indireta: ‘infelizmente essas manobras estão apenas atrapalhando o pleito’


Vereador Netinho deu entrevista ao Portal ClickPB (Foto: Reprodução)

O vereador Netinho (PSD) do município de Bayeux, acusou o presidente da Câmara, Inaldo Andrade de procrastinar a eleição indireta para os cargos de prefeito e vice. Segundo o vereador, a Mesa deveria ter se reunido ainda nesta quinta-feira (13), para decidir sobre o novo edital e novo cronograma das eleições.

“O meu entendimento é que a mesa já deveria ter se reunido ontem mesmo, tendo em
vista que a decisão judicial só suspende as eleições pra que seja corrigido o edital ou faça um novo, então não a motivos que se comece tudo novamente. Meu entendimento é que tá havendo intenção de ganhar tempo e procrastinar o máximo possível”, disse o vereador ao Portal ClickPB na manhã desta sexta-feira (14).

Netinho chamou as decisões judiciais de manobras e afirmou que elas estão apenas atrapalhando o pleito.

Ainda segundo o vereador ele acredita que o presidente da Câmara está tentando ganhar tempo para que o ano seja finalizado e Kita permaneça como prefeito interino.

” Kita não sendo prefeito, Inaldo deixa de ser presidente também”, continuou Netinho.

A reunião com a Mesa Diretora, acontece na próxima segunda-feira (17), às 9h. Participam além dele, o presidente Inaldo Andrade e o segundo secretário Lico.

Para Netinho nesta reunião deverá ser estabelecido o novo edital e o cronograma para às eleições indiretas.

” Por mim daríamos continuidade onde paramos no edital anterior, a vereadora Lucília candidata a prefeita questionou os prazos, por mim daria o prazo pra que ela apresente a documentação e daríamos continuidade já marcando a eleição, como previsto no edital”, finalizou o vereador.

ClickPB

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *