O senador e presidente do MDB da Paraíba, Veneziano Vital do Rêgo, negou, em entrevista à Rádio Caturité FM, nesta terça-feira (27), que esteja articulando uma candidatura própria ao Governo do Estado ou fazendo um movimento de barganha para ter um nome da legenda na chapa majoritária do governador João Azevêdo (Cidadania), que disputará as eleições no ano que vem.

Ele lembrou que foi uma das primeiras lideranças políticas a defender a reeleição de João Azevêdo, mas ponderou que “casamentos só duram enquanto ambas as partes desejam a convivência recíproca” e que não vai aceitar que o processo seja conduzido de tal forma que o MDB só seja ouvido no dia das convenções partidárias.

“Tenho a minha opinião pessoal em relação à reeleição do governador João Azevêdo, repito, antes mesmo do que ele próprio […] Os casamentos só duram enquanto ambas as partes desejam a convivência recíproca. É preciso que haja, de ambas as partes, essa reciprocidade. Paralelamente a isso, o que eu estou a fazer é fortalecer o MDB. Eu não vou depender, nós não vamos depender de uma agenda que seja imposta de fora para dentro”, afirmou.

“Nós não vamos esperar que o processo seja levado até as convenções, prazo último, para que sejamos convidados pura e simplesmente para assinar uma ata de convenção e fazer esta ou aquela coligação”, avisou.

PB Agora

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui