UFC deste final de semana começou com uma daquelas imagens assustadoras! Logo na segunda luta da noite, o norte-americano Ramiz Brahimaj levou a pior após uma sequência de cotoveladas de Max Griffin e acabou ficando com a orelha pendurada apenas por um fio. O juiz Mark Smith parou a luta assim que percebeu e declarou o nocaute técnico.

A lesão aconteceu já no terceiro round. Smith acertou a orelha do rival em cheio com uma cotovelada de direita.

O golpe, porém, machucou muito mais que o normal e causou um corte enorme. A luta ainda seguiu por mais uns segundo, mas Brahimaj logo percebeu que havia algo de errado e colocou a mão ao lado da cabeça.

Nessa hora, a orelha já estava pendurada, quase caindo da cabeça dele. O juiz rapidamente encerrou as ações e declarou Griffin vencedor.

Uma lesão dessas é bastante rara no MMA, mas curiosamente aconteceu há apenas 15 dias em um evento no Brasil, o Taura MMA. O também norte-americano Johnny Campbell quase ficou sem a orelha ao cair mal em uma queda do brasileiro Ary Farias.

E, apesar de bem feia, a contusão não é tão séria quanto parece. Campbell, por exemplo, “refez” a orelha no mesmo dia e logo teve alta para voltar para casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui