Com um gol contra de Adarabioyo, o Tottenham buscou a vitória sobre o Fulham, em Craven Cottage, por 1 a 0, para ficar mais perto do G4 da Premier League.  Agora com 42 pontos, os Spurs ficam a três do G4 do Campeonato Inglês. Com 23, os Cottagers abrem a zona de rebaixamento.  Tottenham em vantagem Dele Alli, Son, Bale e Kane.

A linha de frente do Tottenham foi buscando se entrosar em campo, e passou os primeiros 15 minutos sem conseguir levar perigo. O início foi bem devagar.  A primeira oportunidade surgiu com os dois que mais jogam: Son cruzou de trivela da canhota para Kane, que apareceu na cara do gol, mas cabeceou fraco, nas mãos do goleiro.

O gol saiu pouco depois, da mesma forma. Son fez jogada pela canhota e cruzou dessa vez para Alli, que desviou. A bola ainda resvalou em Adarabioyo antes de morrer no fundo da rede. A arbitragem assinalou gol contra.  O jogo esfriou depois do gol. Os Spurs deixaram de apertar no campo de ataque, enquanto o Fulham, com todas as suas limitações, mostrou poucas condições de reação.

Fulham tenta reagir Os Cottagers conseguiram maior eficiência ofensiva no segundo tempo. Andersen quase marcou de cabeça após cobrança de falta na área, e Lloris fez uma defesaça. O goleiro fez nova defesa na sequência do escanteio.

A postura dos Spurs, com linhas baixas, expôs o time a mais riscos no segundo tempo. O Fulham, em contrapartida, adiantou Lookman e ganhou mais força no ataque. Josh Maja, aos 18, teve gol anulado.

Mourinho tentou acordar sua equipe com as entradas de Sissoko (para dar corpo ao meio) e Lucas Moura (mobilidade e velocidade ao ataque). Lamela foi a alteração seguinte, e chegou a criar boas chances.

Em uma delas, Kane quase matou o jogo.  Sem conseguir o segundo gol, o Tottenham teve de sofrer até o fim. Não faltou muito para os donos da casa empatarem. Mourinho respirou aliviado no apito final.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui