Pelo menos oito pessoas morreram em tiroteio dentro de armazém da FedEx na cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos, na noite desta quinta-feira (15). A polícia local diz que o responsável pelos disparos se matou na sequência. Várias outras pessoas foram transportadas para o hospital com ferimentos, mas a polícia não divulgou o número exato de feridos.

O tiroteio foi relatado nas instalações da FedEx pouco depois das 23h, no horário local. Os policiais chegaram ao armazém enquanto o homem ainda disparava, segundo a porta-voz da polícia, Genae Cook. Ela disse que o atirador se matou no local.

Cook acrescentou que ainda não é possível dizer se o atirador é um funcionário da FedEx, mas que uma investigação já está em andamento. O motivo dos disparos também não está claro.

A FedEx disse em comunicado que “estamos profundamente chocados e tristes com a perda de membros de nossa equipe após o trágico tiroteio em nossas instalações FedEx Ground em Indianápolis”.

“Nossas mais sinceras condolências com todos os afetados por este ato de violência sem sentido. A segurança dos membros de nossa equipe é nossa prioridade e estamos cooperando totalmente com os investigadores”, disse a empresa.

Na semana passada, o presidente Joe Biden anunciou uma série de ações destinadas a combater tiroteios nos Estados Unidos, o que ele chamou de “epidemia” nacional. “A violência armada neste país é uma epidemia e é uma vergonha internacional”, disse Biden na época.

Fórum 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui