Os líderes dos partidos na Câmara dos Deputados entraram em acordo na noite desta quarta-feira (11) para retirar o “distritão” da proposta de emenda à Constituição (PEC) sobre a reforma nas regras para as eleições de deputados e vereadores.

Em contrapartida ao veto, a volta coligações entre os partidos, extinta em 2020, foi mantida no texto-base da PEC de reforma política aprovado pelo plenário.

No modelo usado atualmente, as cadeiras da Câmara dos Deputados são distribuídas proporcionalmente aos votos obtidos por cada partido e depois destinadas aos candidatos mais bem votados de cada um.

Os deputados ainda vão analisar os demais destaques do texto, como a mudança da data de posse de governador e presidente e a proibição de eleições nas vésperas de feriados nacionais.

AgoraNotíciasBrasil 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui