Um recurso de consideração, impetrado pela defesa do ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, do PV, foi rejeitado pelo Tribunal de Contas da Paraíba.

O recurso tentava anular a decisão de reprovação das contas referentes a 2019 da gestão de Cartaxo, onde o TCE
apontou que Cartaxo deixou de aplicar R$ 9 milhões na Educação e manteve quase 15 mil contratos temporários na gestão.

Agora, a decisão do TCE seguirá para apreciação e entendimento do Ministério Público de Contas com relatoria do Conselheiro André Carlo Tôrres.

Caso também seja negado, a decisão segue para a apreciação por parte da Câmara Municipal de João Pessoa, que poderá manter o que foi decidido no TCE ou ter entendimento contrário.

Mantida essa decisão, o ex-prefeito fica inelegível.

Blog do Ninja 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui