Rio de Janeiro tem mais de 300 mil infectados e 22.000 mortes por covid-19Peter Illiciev/Fiocruz

As cirurgias eletivas nos hospitais de urgência e emergência da rede do SUS (Sistema Único de Saúde) no Rio de Janeiro serão suspensas a partir de 7 de dezembro. A medida foi tomada nessa 2ª feira (23.nov.2020) devido ao aumento recente do número de casos e de óbitos pela covid-19.

Em nota conjunta, a Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro e as secretarias estadual e municipal de Saúde do Rio informam que foram tomadas várias providências, entre as quais a mobilização e abertura de 214 leitos em 7 unidades de saúde. Eis a distribuição:

  • Hospital Estadual Anchieta: 25 leitos;
  • Hospital Universitário Pedro Ernesto: 45 leitos;
  • Hospital São Francisco na Providência de Deus: 60 leitos;
  • Hospital Universitário Clementino Fraga Filho: 25 leitos;
  • Hospital Universitário Gaffrée e Guinle: 13 leitos;
  • Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas: 36 leitos;
  • Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião: 10 leitos.

Os órgãos informam ainda que foram mantidas todas as cirurgias eletivas de alta complexidade, como as oncológicas, bariátricas, vasculares, ortopédicas e neurológicas. Dizem que as medidas que serão adotadas visam à liberação do maior número de leitos para pacientes de covid-19, “sem maior impacto para a saúde no Estado”

As decisões tomadas na tarde dessa 2ª feira (23.nov) poderão ser revistas em encontros semanais entre os órgãos de saúde.

INFECTADOS E ÓBITOS

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, até 2ª feira (23.nov) foram confirmados 338.688 contágios pelo coronavírus e 22.028 mortes no Estado. Há ainda 355 óbitos em investigação. Entre os casos confirmados, 311.273 pacientes se recuperaram da doença.

A capital fluminense tem o maior número de infectados (131.433) e de mortes (12.979) no Estado. Nas últimas 24 horas, morreram 54 vítimas de covid-19 no Estado do Rio de Janeiro.

Com informações da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui