ROMA, 16 JAN (ANSA) – Cinco idosos morreram e outras sete pessoas foram internadas em estado grave após uma suposta intoxicação por monóxido de carbono em um asilo nos arredores de Roma.

O alarme foi dado por um funcionário que encontrou os 12 indivíduos desacordados ao chegar na casa de repouso na manhã deste sábado (16). Entre os sete sobreviventes internados estão cinco hóspedes e dois funcionários.

O asilo se chama Villa dei Diamanti e fica em Lanuvio, na região metropolitana de Roma. As causas da tragédia estão sendo investigadas, mas a principal hipótese é de intoxicação por monóxido de carbono, gás inodoro e incolor produzido por sistemas de aquecimento.

Ao longo da semana, as autoridades sanitárias da região do Lazio haviam detectado 12 casos do novo coronavírus na casa de repouso, sendo três funcionários e nove idosos. A transferência dos hóspedes para alas hospitalares dedicadas à Covid-19 começaria neste sábado.

“Nossa comunidade está em luto. No respeito ao inquérito, permanecemos na espera de entender dos investigadores o que aconteceu”, disse o prefeito de Lanuvio, Luigi Galieti. (ANSA).

Agência Ansa 

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui