Soberano no primeiro tempo, o Real Madrid abriu vantagem com gols de Karim Benzema e Toni Kroos e administrou o 2 a 0 na segunda parte para vencer o Valencia, na capital.  Em segundo lugar em La Liga, com três pontos de frente para o Barcelona, os Merengues estão, entretanto, a cinco pontos do líder, Atlético de Madrid, que ainda tem dois jogos a menos.

Los Che, vivendo péssimo momento, estão apenas em 13°, com 24.  Soberania blanca Mendy era figura fundamental para abrir a defesa adversária. Bem aberto na canhota, o lateral dava amplitude ao jogo, e mexia com as linhas defensivas. Casemiro buscou muitos lançamentos para o francês nos primeiros minutos.  A primeira jogada de perigo, porém, teve o caminho inverso: saiu da canhota, com Mendy, e chegou no meio, com Casemiro.

O brasileiro bateu de fora da área, a bola quicou pouco antes de chegar no gol e Doménech teve certa dificuldade para defender com a perna.  Aos 11 minutos, Mendy fez parte da construção da jogada na defesa. Abriu do outro lado para Carvajal, que avançou e deixou com Kroos. O alemão, de primeira, jogou na frente com Benzema, que cortou da canhota para o meio e bateu no cantinho, sem chance de defesa de Doménech.

O primeiro tempo foi inteiramente dominado pelos Merengues. A falta de agressividade na pressão ao portador da bola parecia se misturar ao conformismo, e o Valencia não dava nenhum sinal de reação.  Aproveitando isso, depois de tanto apertar, o time de Zidane chegou ao segundo lugar em jogada bem trabalhada.

Coube a Toni Kroos finalizar, em chute rasteiro, e no canto, que morreu na rede.  Valencia tem pouco tempo de vida O Valencia voltou do intervalo com outra postura, e com a referência de Kevin Gameiro no ataque. Logo aos sete minutos, Maxi Gómez acertou o primeiro arremate no alvo. Foi um chute forte, e exigiu atenção e reflexo de Courtois.

O Real tinha os contra-ataques para tentar matar o jogo. Em um deles, aproveitando passe de Vinícius Júnior, Mendy até balançou a rede, mas viu o VAR anular o lance por impedimento.

Cada vez mais perigoso nos contra-ataques, os Blancos conseguiram tirar um pouco a bola de uma zona perigosa. Novamente, o jogo foi para o campo de Los Che, e Doménech fez boas defesas em chutes de Benzema e Asensio.

Nos minutos finais, o Real não precisou apertar em busca de um terceiro gol. Já sem tempo, o Valencia se conformou com a derrota, e deixou os pontos na capital.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui