Apesar de o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) já ter declarado seu amor pelo ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), ao afirmar que era ‘apaixonado por ele’, a recíproca pode não ser verdadeira em 2022.

Isso porque, além de Romero ter dito que não teria problemas em sentar para conversar com o ex-presidente Lula (PT), o que causou reação de aliados da oposição, o ex-gestor também se vê ameaçado com a decisão da executiva nacional, que não tem descartado lançar uma candidatura própria à presidência ano que vem.

Ao que parece, a sintonia entre PSD Nacional e o estadual está ameaçada. Nesse xadrez, Bolsonaro vai ficando para escanteio na Paraíba, justamente por àquele a quem declarou amor.

Blog do Ninja 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui