Simeone aposta em Suárez e Diego Costa como dupla de ataque do Atlético de Madrid

Um dos candidatos ao título do Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid se reforçou para esta temporada com o centroavante Luis Suárez, que deixou o Barcelona por estar fora dos planos do técnico holandês Ronald Koeman. Logo na estreia, no último domingo, o uruguaio marcou dois gols na goleada por 6 a 1 sobre o Granada. E o time ainda conta com o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa no elenco, o que faz o treinador argentino Diego Simeone apostar em uma boa dupla de ataque.

“Claro que podem jogar juntos, tenho certeza que podem jogar juntos. O importante é que eles nos deem o poder de fogo que possuem. Diego com sua personalidade e Suárez com sua experiência são jogadores importantíssimos para nós”, afirmou o comandante do Atlético de Madrid, nesta terça-feira, em entrevista coletiva antes da partida contra o Huesca, fora de casa, pela quarta rodada do Campeonato Espanhol – o time de Madri não disputou as duas primeiras jornadas por ter tido mais tempo de férias após jogar as fases finais da Liga dos Campeões da Europa em agosto.

Simeone explicou um pouco sobre as diferenças entre os dois, que podem ajudar o time nesta temporada. “Quando Luis Suárez encontra o papel que seu treinador quer para ele, ele é um jogador intenso que dará à sua equipe o impulso extra de que precisam. Ele é um jogador maravilhoso, tremendo, extraordinário, forte, agressivo, intenso. Ele pode marcar e dar assistências de qualquer lugar do campo”, disse.

“Diego é diferente de Luis. É muito mais movimentação para os lados, muito mais para abrir espaços na defesa adversária”, completou o treinador argentino, que ainda não viu os dois juntos em campo, já que Diego Costa foi substituído no segundo tempo da partida contra o Granada justamente por Suárez.

“Será uma parceria boa, um mordendo e o outro batendo. Temos sorte em ter o Luís, não sei como o Barcelona o deixou sair. Vai nos ajudar com gols e o seu espírito guerreiro. Esperamos ainda poder dedicar os gols aos torcedores”, disse o brasileiro naturalizado espanhol, em tom descontraído, no último domingo após a goleada na estreia.

Estadão

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *