Como se sabe, desde o início da pandemia (Covid-19) que a Assembleia Legislativa tem usado um sistema de votação remota, sem que os deputados tenham a obrigação de comparecer ao plenário.

Mesmo assim, o deputado Walber Virgolino fez uso da Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar, conhecida pela sigla VIAP, no período de abril a agosto de 2020. Presidente de Patriotas, ele gastou R$ 226 mil em cinco meses.

Os repasses variaram entre R$ 31.142,59 a R$ 39.863,08 durante o período em que as atividades do Poder Legislativo estavam suspensas. Virgolino está sendo questionado onde gastou tanto dinheiro sem colocar os pés no plenário, local reservados para as sessões?

Outro questionamento é sobre as críticas a gastos com setores da imprensa, sendo um vigilante. No entanto, não explicou como foram gastos mais de R$ 200 mil em um período que não trabalhou?

A pergunta que todos fazem é se ele está usando recursos públicos para fazer campanha?

Blog do Marcone Ferreira

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui