Os professores John Kennedy Guedes e Marcus Vinícius querem ocupar os cargos de reitor e vice-reitor, respectivamente, mas estão em segundo lugar na lista tríplice.

Em segundo lugar na lista tríplice da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), os professores John Kennedy Guedes e Marcus Vinícius gravaram um vídeo em que pedem ao presidente Jair Bolsonaro para serem nomeados reitor e vice-reitor, respectivamente, da instituição. John Kennedy afirma querer trabalhar nos ”moldes da administração do Governo Federal, com a mesma indicação de honra, respeito à família e princípios éticos”.

No vídeo, o professor John Kennedy fez questão de frisar a proximidade que tem com o exército brasileiro, afirmando que já formou vários mestres no Grupamento de Engenharia de João Pessoa e que também atua como consultor do Exército nas obras da Transamazônica, em Cabedelo.

Já o professor Marcus Vinícius afirma querer dar a UFCG a experiência de uma administração nos moldes que o Governo Federal tem implantado no pais. Ele também citou a aproximação com o exército brasileiro, dizendo inclusive o nome de diversos generais com quem trabalhou em projetos de telemedicina e no Hospital das Forças Armadas.

A escolha de reitores pelo presidente Jair Bolsonaro tem causado polêmica em diversas instituições de ensino por todo o país, porque o presidente quebrou a tradição que havia de sempre nomear o primeiro colocado da lista, ou seja, o mais votado. No caso da Universidade Federal da Paraíba, por exemplo, o reitor nomeado foi o menos votado e aparecia em terceiro lugar.

Após um longo debate que acabou sendo levado à Justiça, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que Bolsonaro não é obrigado a nomear o primeiro colocado da lista, podendo escolher qualquer um dos três nomes enviados pelas universidades.

ClickPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui