O secretário de Segurança Pública da Paraíba, Jean Nunes, disse em entrevista concedida à imprensa na última sexta-feira (23), que já foram exonerados das funções a delegada Maria Soledade de Sousa e o escrivão Alexandre de Souza presos nessa quinta-feira durante a Operação Cara de Pau deflagrada pelo Ministério Público e a Polícia Federal sob a acusação de tentarem extorquir um policial federal.

Também foi aberto inquérito administrativo contra os dois servidores públicos.

“Esse tipo de atitude só macula a imagem da Instituição de Segurança Pública e uma grande maioria esmagadora de servidores honestos. Corretos, que se dedicam ao trabalho, ao atendimento à população. A instituição compreende a necessidade de excluir dos seus quadros, pessoas que adotam esse tipo de postura. Eles precisam ser punidos duramente e já ontem, ambos foram exonerados das funções que ocupavam”, disse.

O secretário informou ainda que será avaliado também o afastamento, além da prisão por parte da Corregedoria do Estado da delegada e do escrivão.

Já a defesa da delegada disse ser uma infundada acusação, pois ela tem uma vida dedicada à Policia Civil, à sociedade e a lutar contra a bandidagem.

“Até agora, nós não tivemos acesso à integralidade desse vídeo que se propagou de que ela estaria recebendo dinheiro. Em momento algum se vê a delegada pedindo dinheiro, exigindo ou tampouco recebendo”, apontou o delegado Aécio Farias.

Paraíba Online 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui