Continua depois da publicidade

História, cultura, arquitetura, religião e as narrativas que permeiam o Rio Sanhauá são os destaques da exposição fotográfica Parahyba Revelada, do artista visual Helder Oliveira da Silva. A exposição integra mais uma etapa do ExpoSesc na Paraíba, e tem seu vernissage nesta quarta-feira, 3, às 19h, no Salão de Exposições do Sesc Cabo Branco, em João Pessoa, gratuito e aberto a quaisquer interessados. A exposição integra as comemorações da instituição ao aniversário de João Pessoa, e fica em cartaz durante todo o mês de agosto, com visitação das 9h às 17h.

Parahyba Revelada nos traz, em 15 obras, um passeio na história e cultura do Rio Sanhauá, quem desce as cidades de Bayeux, João Pessoa e Cabedelo. O trabalho de Helder é focado, sobretudo, na região do Porto do Capim, local que foi o berço de João Pessoa em 1535, onde se situa o principal ponto histórico da cidade. É lá onde está preservada a maior parte do patrimônio arquitetônico e cultural da cidade, além de ser uma área importante para a subsistência de famílias que ali habitam. O trabalho busca, ainda, mostrar a relação da população ribeirinha com o rio e a importância que ele tem na vida destas pessoas e da cidade.

Helder Oliveira da Silva 

Fotógrafo, artista visual e professor, Helder Oliveira transita entre as artes visuais utilizando a fotografia e o audiovisual como fio condutor da sua poética. Em sua atuação profissional e acadêmica, trabalha no campo de comunidades tradicionais, memória, patrimônios e fotografia artesanal. Em 2005, foi premiado no Salão dos Novos Artistas do Sesc, e desde então, já expôs seus trabalhos em diversos locais do país. Além de artista visual, é Licenciado em História e já ministrou diversas oficinas nas áreas de imagem, memória e movimentos sociais.

Departamento Regional Sesc Paraíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui