Renato Portaluppi ganhou a diretoria do Grêmio por cansaço. Após insistir, o treinador convenceu, e os dirigentes gaúchos se acertaram neste sábado com o lateral direito Rafinha.

A diretoria tricolor avaliava que o bom início de temporada de Vanderson e as opções de Victor Ferraz e Leonardo eram o suficiente para a lateral gremista. Renato, entretanto, viu de outra forma e insistiu até convencer os cartolas.

Rafinha estava sem clube desde que deixou o Olympiacos, da Grécia. O jogador negociou recentemente com o Flamengo, mas não chegou a acordo com os cariocas.  O contrato de Rafinha em Porto Alegre será até o final do ano.

Os gaúchos devem confirmar a contratação do atleta, de 35 anos, nos próximos dias.  Borré também esquenta Se a negociação por Rafinha esquentou, a transferência de Rafael Santos Borré para o Grêmio parece cada vez mais perto.

O colombiano já teria inclusive aceitado a proposta gremista.  De acordo com a imprensa argentina, Borré irá se reunir ainda neste fim de semana com o técnico Marcelo Gallardo, treinador que respeita e a quem quer ouvir para tomar a decisão certa.  Com contrato perto do fim na Argentina, Borré chegará livre em Porto Alegre, mas o Grêmio, para afastar os concorrentes no Brasil e também na Europa, ofereceu um alto salário e um valor considerável de luvas.  Clique aqui e acompanhe todas as movimentações do Mercado de Transferências

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui