Diego da Silva Simões Filho foi autuado por tráfico e associação para o tráfico de drogas Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio prendeu um cantor de rap de classe média alta acusado de traficar drogas em shows e festas de músicas eletrônicas dentro e fora do estado. De acordo com as investigações, Diego da Silva Simões Filho, conhecido como Beto ou BigNato, de 24 anos, e sua companheira, Leidiane Vernes de Andrade Ferreira, de 19 anos, negociavam maconha, haxixe e drogas sintéticas, como LSD e ecstasy, também pelas redes sociais.

De acordo com as investigações, BigNato vendia drogas em seus shows
De acordo com as investigações, BigNato vendia drogas em seus shows

Em seu perfil no Instagram, o rapper possui cerca de quatro mil seguidores. Entre as postagens, estão anúncios de suas apresentações. Nas publicações, ele exibe ainda tatuagens e joias. Ele não fazia questão de esconder a atividade ilícita. Em uma das fotos, BigNato aparece com uma arma e a mensagem: “Paco de 100 na mochila, com a grana e com a droga”.

BigNato foi preso na casa da avó, em uma vila na Tijuca
BigNato foi preso na casa da avó, em uma vila na Tijuca Foto: Reprodução

Segundo o delegado Felipe Santoro, titular da 13ª DP (Ipanema), a quadrilha passou a ser monitorada a partir da prisão do alemão Andreas Michael Leyendecker, de 60 anos, acusado de chefiar o grupo responsável pela venda de drogas sintéticas na Zona Sul da cidade. Ele teria participado de pelo menos dois roubos a carros fortes na Alemanha, em 1990 e em 2005, tendo sido extraditado, julgado e condenado no país europeu e depois retornado ao Brasil.

As investigações mostram que BigNato e Andreas, ao lado de outros criminosos, lideram um esquema de tráfico internacional
As investigações mostram que BigNato e Andreas, ao lado de outros criminosos, lideram um esquema de tráfico internacional Foto: Reprodução

O inquérito aponta que BigNato e Andreas, ao lado de outros criminosos, liderariam um esquema de tráfico internacional, que conta com a participação de estrangeiros que entram no Brasil com as drogas sintéticas a partir de países europeus.

Com o casal, foi apreendida grande quantidade de drogas
Com o casal, foi apreendida grande quantidade de drogas Foto: Reprodução

O rapper e a companheira foram capturados na casa da jovem, em uma vila na Tijuca. No local, além de grande quantidade de drogas, foram encontrados material para embalar, balança, rádio transmissor e um réplica de pistola. De acordo com a delegada Natacha Alves de Oliveira, que responde pela 13ª DP, os dois foram indiciados por tráfico e associação para o tráfico.

O rapper, ao ser preso por policiais da 13a DP (Ipanema)
O rapper, ao ser preso por policiais da 13a DP (Ipanema) Foto: Reprodução

Extra 

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui