Presidente da Rússia, Vladimir Putin. Com as novas regras, poderá ficar no cargo até 2036Reprodução/Kremlin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, sancionou uma lei, nesta 2ª feira (5.abr.2021), que o autoriza a concorrer mais duas vezes para presidente. O texto foi publicado no diário oficial do governo russo.

Agora, Putin poderá ficar no Kremlin, a sede do governo, até 2036, caso seja novamente reeleito.

Na presidência desde 2012, Putin foi reeleito para o cargo em 2018. Na Rússia, o mandato de presidente dura 6 anos.

Além da extensão da possibilidade de novas candidaturas, foi sancionada uma regulamentação sobre quem pode ser elegível presidente do país. É preciso que a pessoas tenha 35 anos ou mais, resida na Rússia por pelo menos 25 anos, e não tenha cidadania permanente de outro país.

As mudanças também trazem um viés conservador à legislação do país. Estabelecem “a crença em Deus” como um valor essencial da Rússia e define o casamento como união entre homem e mulher.

As novas regras fazem parte de um pacote de alterações na Constituição do país. As propostas foram aprovadas pela população em um referendo, em julho de 2020.

Em março, o Parlamento já havia aprovado as novas regras. Putin encaminhou a proposta de reforma constitucional ao legislativo em janeiro de 2020.

Putin, de 68 anos, comanda a Rússia desde 2000. Em 2008, assumiu como 1º ministro, ano em que Dmitri Medvedev ocupou a presidência. Em 2012 voltou à presidência do país.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui