O PSG segue a sua temporada irregular que pode culminar na perda do Campeonato Francês desta temporada. Jogando em casa, a equipe de Pochettino jogou mal e perdeu para o Monaco por 2 a 0. Diop e Marigán marcaram os gols do jogo para a equipe do principado. Com o resultado, o PSG continua na terceira posição do Campeonato Francês com 54 pontos em 26 jogos, quatro a menos que o líder Lille.

Já o Monaco subiu para a quara posição chegando aos 52 pontos. PSG joga mal, Monaco aproveita O início da partida foi bastante animado. Logo aos 5 minutos o Monaco abriu o placar. Após cruzamento da esquerda, Aguilar ajeitou de cabeça e Diop testou para o fundo do gol. Um minuto depois, o PSG respondeu. Aproveitando lançamento,

Icardi tentou encobrir o goleiro Lecomte e quase empatou, mandando para fora. O PSG passou a ter maior controle da bola, mas nao conseguia criar tanta jogadas de perigo. A equipe de Paris seguiu com muitas dificuldades de furar a defesa do Monaco. Em uma das poucas oportunidades criadas, o lateral-esquerdo Kurzawa pegou a sobra, bateu cruzado e mandou muito perto do gol.

O time comandado por Mauricio Pochettino só conseguiu criar uma boa jogada novamente aos 34. Gueye ficou com a sobra na entrada da área, ajeitou e encheu o pé. O volante quase fez um golaço, mas mandou para fora do gol defendido por Lecomte. Pouco inspirado, o PSG não lembrou em nada a equipe que goleou o Barcelona no meio da semana pela Liga dos Campeões.

A equipe esteve dispersa, errática e pouco criativa. Até teve a boa, mas pouco criou e não levou perigo ao Monaco até o apito final do primeiro tempo. Mais um golpe monagesco Se o PSG esperava reverter imediatamente o placar adverso, o Monaco mostrou que a situação seria diferente. Logo no primeiro minuto, Tchouaméni chegou cara a cara com o goleiro, mas foi desarmado por Kimpembe.

Aos 5, após confusão na área, a bola sobrou para Maripán, que bateu colocado no canto direito e ampliou o placar. Monaco 2 a 0. Com o time mal, Pochettino lançou Rafinha e Verrati nos lugares de Gueye e Herrera. As mudanças melhoraram a movimentação da equipe que voltou a chegar aos 14, em cabeçada perigosa de Kean. Mas a nova grande oportunidade foi do Monaco.

Aos 16, Caio Henrique acertou um cruzamento precisa para Volland, que na pequena área mandou para fora. Totalmente travado, o PSG era presa fácil para a marcação do Monaco. Pochettino voltou a mexer no meio, colocando Danilo Pereira e Draxler nos lugares de Icardi e Paredes. A equipe de Paris só voltou a chegar com perigo aos 31, quando Kean tabelou com um apagado Mbappé e finalizou cruzado.

A bola bateu na zaga adversária e foi para fora. E sem inspiração, os minutos finais foram somente para cumprir protocolo. O Monaco se defendeu bem e o PSG não chegou ao ataque, Mbappé para coroar a partida ruim, recebeu amarelo por falta boba. Com o apito final, três pontos para o Monaco.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui