PRF prende em Cruz do Espírito Santo três homens que transportavam 11 cabras dentro de carro de passeio


Questionados pelos policiais sobre a origem dos animais, eles informaram que eram feirantes e que estavam trazendo as 11 cabras de uma feira localizada em Campina Grande. (Foto: Divulgação/Nucom PRF-PB)

A Polícia Rodoviária Federal prendeu três homens que estavam em um carro de passeio transportando 11 cabras dentro do veículo. O flagrante e as prisões aconteceram em Cruz do Espírito Santo, no início da tarde desta quarta-feira (2). Um dos homens era foragido da Justiça acusado de ter praticado um estupro em João Pessoa.

A Central de Informações da PRF recebeu uma denúncia, através do telefone de emergência 191, de que um veículo Toyota Corolla estava sendo usado para o transporte de vários animais. As equipes foram acionadas e conseguiram abordar o carro no km 69 da BR-230, no município de Cruz do Espírito Santo.

Durante a abordagem, desceram do veículo três homens. Quando a equipe iniciou as buscas no interior do automóvel encontrou 11 cabras, sendo algumas localizadas no banco traseiro e a maior parte no porta-malas, caracterizando maus tratos aos animais já que eles estavam sendo transportados sem qualquer tipo de ventilação e sem espaço físico adequado.

O condutor do carro, um homem de 40 anos, não apresentou documento pessoal e informou um nome falso. Depois, os policiais descobriram que ele era foragido e possuía um mandado de prisão em aberto, pelo crime de estupro, emitido pela Justiça em João Pessoa. Os demais ocupantes do veículo, um homem de 21 anos e outro de 24 anos, não possuíam antecedentes criminais.

Questionados pelos policiais sobre a origem dos animais, eles informaram que eram feirantes e que estavam trazendo as 11 cabras de uma feira localizada em Campina Grande. Porém, não apresentaram nada que pudesse comprovar a informação. Os animais foram recolhidos e encaminhados para o Centro de Manejo de Animais de João Pessoa. Um deles já estava em estado de sofrimento devido ao transporte inadequado e terá que ser sacrificado. A polícia não descarta a hipótese dos animais terem sido furtados de alguma propriedade rural da região.

Os três homens foram detidos e deverão responder por maus tratos aos animais, com pena prevista de três meses a um ano. O condutor do automóvel também deverá responder por falsidade ideológica, além de ser encaminhado para o cumprimento da pena prevista para o mandado de prisão por estupro. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Rita.

ClickPB

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *