Wellington Roberto, o líder do PL e um dos mais influentes deputados do centrão, era um grande crítico do governo Bolsonaro no começo do mandato, em especial da má articulação política.

Mas eis que vieram alguns valiosos argumentos e Roberto passou a ser governista desde criancinha.

Bruno Roberto, filho do deputado, foi nomeado assessor especial do presidente do Banco do Nordeste, onde tem ascendência sobre os pedidos de empréstimos de grandes empresas e investimentos do banco na região.

Deborah Roberto, mulher do deputado, foi nomeada diretora de Saúde Ambiental da Funasa.

Também no Ministério da Saúde, Roberto emplacou Arnaldo Medeiros, na Secretaria de Vigilância em Saúde — foi ele quem, em dezembro, sem saber que o microfone estava ligado, disse que uma repórter era um “porre”.

O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui