Ex-líder do PL na Câmara, o deputado Wellington Roberto (foto) recebeu da Casa R$ 1,2 milhão por reembolso com despesas de contratação de duas gráficas de fachada, diz o Estadão.

As notas fiscais que o parlamentar apresentou à Câmara registram que os pagamentos foram feitos em dinheiro vivo.

“Em uma delas, Wellington Roberto gastou R$ 933,1 mil ao longo deste mandato – a cifra representa 72% do R$ 1,2 milhão que ele consumiu para divulgar seu trabalho parlamentar. À outra gráfica, pagou R$ 358,3 mil no período. O deputado é o único na Câmara que contrata os serviços das duas empresas.”

Wellington Roberto afirma que o gasto foi para autopromoção de sua atividade no Congresso. O cotão é uma dinheirama a que congressistas têm direito para usar com quase tudo o que você conseguir imaginar.

De acordo com a reportagem, as notas fiscais informam o mesmo endereço das duas gráficas, um prédio na região central de Brasília.

“No local, porém, a reportagem encontrou um escritório compartilhado por outras empresas, e atendentes disseram desconhecer as atividades das gráficas Ellite e Eco Serviços Gráficos. A única referência a uma delas é uma placa na porta do coworking. Os telefones comerciais indicados nos documentos fiscais também não funcionam.”

Estadão/Blog do Ninja 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui