Presidente do STJ: “Hoje é melhor matar do que ser corrupto”

Foto: Reprodução/Folhapress

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, fez uma recente e impactante declaração acerca da atual realidade criminal do país.

Foi durante uma participação em ´live´ promovida pelo Instituto de Garantias Penais (IGP).

“A Lava-Jato parou com a corrupção? Não. Vai aumentar a pena vai parar a corrupção? Não. Não podemos aumentar a pena e criar uma desproporcionalidade. Hoje é melhor matar do que ser corrupto. Corrupção está dando 25, 26 anos (de prisão). Homicídio tem dado 12, 14, 16. Isso é um absurdo. Nós não estamos balanceando os valores que pautam o sistema jurídico”, verbalizou Noronha.

Ainda conforme o presidente do STJ, “estamos com a sanha de prender e não estamos com a sanha de apurar”.

“Isso está deformando o processo penal no Brasil. Nós precisamos corrigir isso e corrigir logo”, emendou.

*Com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *