Presidente da Câmara de Vereadores de São João de Meriti preso por fraude em licitação de respiradores – Divulgação

Rio – O presidente da Câmara de Vereadores de São João de Meriti, Davi Perini Vermelho, foi preso, na manhã deste sábado, durante a Operação Oxigênio, realizada pela Polícia Civil, que investiga a venda irregular de respiradores para o estado de Santa Catarina.

A ação tem o objetivo de cumprir três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão, e contou com a participação também do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Polícia Civil de Santa Catarina. Os crimes investigados são de peculato e corrupção passiva.

Galeria de Fotos

Casa do presidente da Câmara de Vereadores de São João do Meriti, Davi Perini Vermelho, é alvo de operaçãoREPRODUÇÃO

Casa do presidente da Câmara de Vereadores de São João do Meriti, Davi Perini Vermelho, é alvo de operaçãoREPRODUÇÃO

Presidente da Câmara de Vereadores de São João de Meriti preso por fraude em licitação de respiradoresDIVULGAÇÃO

Presidente da Câmara de Vereadores de São João de Meriti preso por fraude em licitação de respiradoresDIVULGAÇÃO

Presidente da Câmara de Vereadores de São João de Meriti preso por fraude em licitação de respiradoresDIVULGAÇÃO

O Departamento de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD) descobriu, durante as investigações, a fraude na negociação de 200 respiradores que tiveram contratos superfaturados, no valor de R$ 33 milhões, pagos de forma antecipada pelo governo de Santa Catarina.

De acordo com a especializada, os equipamentos foram vendidos pela empresa VeigaMed, sediada em Nilópolis, na Baixada Fluminense, de forma irregular, sem licitação para aquisição emergencial.

O vereador de São João de Meriti, foi identificado nas investigações como sendo o comprador da empresa VeigaMed. Além dele, também foi preso o advogado Cesar Augustus Martinez Thomaz Braga, que teria firmado documentos na qualidade de Diretor Jurídico do grupo empresarial.

O escritório de advocacia em que Cesar Augustus atua foi alvo de busca e apreensão, com a presença de representante legal da OAB/RJ. Os mandados de busca foram cumpridos no Centro do Rio, Leblon, Barra da Tijuca, Vargem Pequena, e na cidade de Petrópolis, na Região Serrana.

Ainda se encontra foragido, o procurador da VeigaMed, Pedro Nascimento Araújo, que, segundo a polícia, atua como diretor executivo da empresa.

A reportagem tenta contato com a empresa.
O Dia 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui