Foto: Secom/JP

A Prefeitura de João Pessoa, em parceria com o Governo do Estado, está ampliando o número de leitos de UTI para pacientes com covid-19, considerando o aumento de número de casos da doença – mais de 46,5 mil, e o índice de 81% de ocupação nas UTIs de unidades hospitalares.

Nesta semana, a ampliação de leitos para casos graves foi de 77 para 114, com perspectiva de alcançar 131 na próxima semana, chegando aos 150 leitos nos dias seguintes.

A rede municipal de saúde vai receber 70 novos respiradores, na próxima semana, e adaptar os serviços a partir da próxima segunda-feira (22) para ampliar a assistência aos pacientes de covid-19.

Duas unidades de pronto atendimento (UPAs) terão atendimento exclusivo para quem estiver com covid-19 ou sob suspeita de infecção.

As novas medidas foram definidas neste sábado (20) pelo Comitê Intersetorial Covid-19, formado por representantes da Prefeitura e do Governo do Estado.

A ampliação do número de leitos também conta com parceria do Hospital Universitário Lauro Wanderley.

A Prefeitura vai receber mais 70 respiradores para equipar as UTIs, até a próxima quarta-feira (24).

Os equipamentos foram disponibilizados após ação direta do prefeito Cícero Lucena junto ao Ministério da Saúde.

As UPAs Oceania e Bancários voltam a atender exclusivamente pacientes com suspeita de covid-19, assim como o Prontovida, que passa a funcionar como pronto atendimento para casos de síndrome gripal.

As UPAs Valentina e Cruz das Armas funcionarão de forma híbrida, atendendo também o público geral.

Os serviços de pediatria serão deslocados e concentrados no Hospital do Valentina, evitando o contato com os pacientes de covid-19.

Tele+Saúde – A partir desta segunda-feira (22), o atendimento do Tele+Saúde será ampliado.

O funcionamento do serviço de assistência para casos suspeitos de covid-19 será das 7h às 11h e das 12h às 22h.

Por meio do número 3218-9214, o usuário é atendido por um médico, que faz a avaliação do quadro clínico a partir do que for relatado.

No atendimento, é feita a prescrição de medicamento e indicação do serviço de referência básica ou de urgência. Para ser atendido, o usuário deve ter em mãos documento de identidade e o cartão do SUS.

Paraíba Online 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui