Venda de bebidas alcoólicas está proibida na cidade (Foto: Reprodução)

O prefeito de São José de Piranhas, Francisco Mendes Campos, decretou o fechamento de atividades não essenciais e a proibição da venda de bebidas alcoólicas na cidade até o dia 1 de março. A medida considera o aumento do número de casos de covid-19 e a ocupação de leitos hospitalares no Sertão paraibano.

Nesse período, os supermercados só poderão funcionar das 7h às 13h. O mesmo horário se aplica para lojas de material de construção, que só poderão funcionar fazendo entregas em domicílio ou como ponto de retirada de produtos. Já restaurantes e lanchonetes poderão funcionar até 22h, mas apenas para entrega em domicílio ou como ponto de retirada.

O descumprimento do decreto pode acarretar multa de R$ 1 mil, sem prejuízo da apuração de ilícitos criminais. Já no caso da venda de bebidas alcoólicas, o descumprimento acarreta multa de R$ 100, que pode subir para R$ 300 em caso de reincidência.

A realização de missas, cultos e cerimônias religiosas está suspensa a partir da meia-noite desta quinta-feira (18).

Também estão proibidos eventos com aglomeração em chácaras, fazendas e áreas de lazer, sob pena de multa de R$ 100 para cada pessoa que estiver no ambiente. Também não se pode aglomerar em barragens, lagoas e semelhantes, ainda que na condição de banhista. Além disso, está suspenso o serviço de táxi, mototáxi e congêneres.

ClickPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui