Vice-prefeito participou de audiência na Câmara Municipal de Vereadores, na manhã desta quinta-feira (25); sessão aconteceu em alusão ao Dia Mundial das Doenças Raras.

 

No próximo domingo, 28 de fevereiro, é celebrado o Dia Mundial das Doenças Raras. Para chamar a atenção para o tema, a Câmara Municipal de Campina Grande realizou, na manhã desta quinta-feira (25), uma audiência pública para tratar sobre os desafios enfrentados diariamente por essas pessoas.

 

Um dos convidados da ocasião foi o vice-prefeito Lucas Ribeiro, defensor da comunidade rara e autor de várias matérias legislativas que buscam assegurar direitos e propiciar uma melhor qualidade de vida às pessoas com doenças raras no município.

 

“É uma honra voltar à Câmara Municipal para falar de um tema tão importante e que sempre me emociona: as doenças raras. É uma grande responsabilidade defender essa causa. Quem me acompanha sabe que é um assunto que sempre permeou minha trajetória como figura pública e como pessoa que entende a importância de olhar para o outro com humanidade”, afirmou Lucas Ribeiro.

 

Estatísticas

 

No Brasil, estima-se que pelo menos 13 milhões de pessoas têm algum dos 6 a 8 mil tipos de doenças consideradas raras em todo o mundo, entre enfermidades de origem genética e não genética, sendo que aproximadamente 75% delas são crianças.

 

“Essas estatísticas retratam a realidade de pessoas que lutam contra o esquecimento, a dificuldade de diagnóstico, a obtenção de medicamentos de altíssimo custo e o preconceito. Desafios que ficaram ainda mais alarmantes nessa pandemia, e que reforça a nossa responsabilidade social em  ter um olhar de igualdade, inclusão e empatia”, destacou Lucas, ao renovar o seu compromisso com a causa.

 

“Renovo o meu compromisso e da nossa gestão com os raros e peço para que possamos todos lutar por um amanhã de mais respeito, responsabilidade e comprometimento. Por instrumentos e políticas públicas de qualidade que funcionem e façam jus à urgência da vida. Afinal, a vida é rara para pessoas raras”, finalizou o vice-prefeito.

 

Atuação

 

Dentre algumas matérias aprovadas por Lucas Ribeiro enquanto parlamentar, estão o projeto de lei 6713/2017, que dispõe sobre a realização de censo e cadastro de pessoas com deficiência, doenças raras e necessidade especiais no município de Campina Grande; o projeto de lei 6711/2017, que destina, preferencialmente, às pessoas com deficiência e doenças raras, unidades habitacionais localizadas em andar ou pavimento com melhores condições de acesso na cidade; e o projeto que cria, na Casa de Félix Araújo, a comissão de assuntos relevantes, com a finalidade de tratar de assuntos referentes às pessoas com doenças raras.

Assessoria de Comunicação | Lucas Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui