Luxemburgo fez uma grande partida, mas Portugal foi mais eficiente e, com gols de Diogo Jota, Cristiano Ronaldo e João Palhinha, venceu por 3 a 1 na casa do adversário.  Com o resultado, os portugueses igualam a Sérvia, com sete pontos, na liderança do grupo A das Eliminatórias. Os luxemburgueses ficam em terceiro, com três.  Luxemburgo dá trabalho Portugal começou a partida errando muito.

Apesar de pressionar no campo de ataque, só finalizou pela primeira vez no alvo aos 23 minutos, e em cobrança de falta de Cristiano Ronaldo.  Da trinca de ataque formada por Diogo Jota, Ronaldo e João Félix, o atacante do Atlético de Madrid era quem mais aparecia, mas errava muito.

Eram erros técnicos e na tomada de decisão. Indecisões que custavam ataques.  Luxemburgo fazia uma partida correta, fechado na defesa e esperando do camisa 10, Gerson Rodrigues, um lampejo suficiente para superar Anthony Lopes.  Perto dos 30 minutos, os portugueses conseguiram a primeira boa jogada da partida.

Cancelo recebeu de Rúben Neves na direita, conseguiu bom drible em cima da marcação e rolou atrás para Renato Sanches, que finalizou no canto. Anthony Moris fez boa defesa. A resposta luxemburguesa foi fatal, e justamente com Gerson. Danel Sinani teve liberdade para cruzar e mandou na medida para o camisa 10 desviar e abrir o placar.

Depois de Bernardo Silva e Renato Sanches terem chutes de fora bem defendidos por Moris, e de Ronaldo desperdiçar grande chance de cabeça, Diogo Jota, já nos acréscimos do primeiro tempo, recebeu cruzamento de Pedro Neto e empatou.

Virada portuguesa Portugal buscou a virada logo no início do segundo tempo. Aos cinco minutos, João Cancelo cruzou da direita e Ronaldo arrematou com categoria para balançar a rede.  O gol não significou tranquilidade para os portugueses. Sempre comandada por Gerson, Luxemburgo foi em busca da reação e deu bastante trabalho para a defesa portuguesa.

Christopher Pereira deu a Ronaldo uma grande chance de esfriar a partida. O volante, por pura desatenção, entregou a bola nos pés de CR7, que saiu cara a cara com Moris. O goleiro, porém, parou o atacante no primeiro chute e também no rebote.  Coube a João Palhinha tranquilizar Fernando Santos.

Aproveitando cobrança de escanteio da canhota, o volante do Sporting marcou pela primeira vez com a seleção.  A seleção luxemburguesa perdeu aos 41 o lateral Chanot, que recebeu o segundo amarelo e acabou expulso. Portugal administrou o resultado nos minutos restantes.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui