O Porto de Cabedelo começou, neste domingo (28), uma operação pioneira de exportação de petcoke, em parceria com a arrendatária Oxbow Brasil Energia. Nesta primeira movimentação, o Porto irá exportar 20 mil toneladas do produto.

A parceria seguirá por dois anos, período em que pelo menos 350 mil toneladas de petcoke devem ser exportadas pelo Porto de Cabedelo. O produto chega da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, e segue para os Estados Unidos por meio do Porto de Cabedelo.

Com isso, as operações de importação de petcoke que já estão programadas para 2021 estão mantidas, com um volume estimado de 280 mil toneladas. No entanto, com a nova operação, o granel sólido vai ultrapassar a marca de 600 mil toneladas por ano, consolidando essa movimentação de cargas no Porto de Cabedelo.

“A conclusão dessa negociação, que contou com o fundamental apoio do Governo do Estado, vai colocar o Porto de Cabedelo em um novo patamar de movimentação anual de carga, podendo ultrapassar a marca histórica de toneladas movimentadas”, declarou Gilmara Temóteo, diretora-presidente da Companhia Docas da Paraíba.

Primeira exportação começou neste domingo

O navio graneleiro Global Effort atracou no Porto de Cabedelo neste domingo (28) para exportar 20 mil toneladas de petcoke, sendo essa a primeira exportação da empresa Oxbow no Porto de Cabedelo. A embarcação deve passar, pelo menos, 96 horas até que a operação seja concluída pela Marlog, o operador portuário da movimentação. A agência marítima responsável pela operação é a Heytor Gusmão.

A previsão é que cerca de 185 operários atuem neste trabalho de exportação da carga e outros 135 façam o apoio à movimentação. O navio Global Effort foi fabricado em 2014 e apresenta 178 metros de comprimento, 28,60 metros de largura e 44,80 metros de altura.

SecomPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui