Oswaldo Eustáquio se apresenta como 1 jornalista conservador. Publica conteúdo em apoio ao governo BolsonaroReprodução/Facebook @oswaldojornalista

A PF prendeu nesta 6ª feira (26.jun.2020) Oslwado Eustáquio no âmbito da Operação Lume, que investiga o financiamento de atos que pedem o fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso Nacional. A informação foi divulgada pelo portal Uol.

Eustáquio é 1 blogueiro e jornalista que milita a favor do governo Bolsonaro. O presidente chegou a retransmitir uma live de Eustáquio. A mulher do jornalista, Sandra Terena, tem 1 cargo no governo: é a secretária nacional de Promoção da Igualdade Racial.

Por volta de meio-dia, o jornalista postou uma mensagem indicando que estava no Paraguai. A PF efetuou a prisão pouco depois em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Reprodução/Twitter @oswaldojor -26.jun.2020

A Polícia Federal havia localizado Eustáquio na fronteira, em Ponta Porã. Ele estava sob vigilância pelo risco de deixar o país.

O jornalista é a 7ª pessoa detida na operação. Sara Winter, uma das primeiras ativistas presas nas investigação, afirmou que a prisão do colega foi “política” e que se vive “a verdadeira caçada aos conservadores” no país. Ela foi solta na última 5ª feira (25.jun) sob a condição de usar tornozeleira eletrônica.

Reprodução/Twitter @_SaraWinter – 26.jun.2020

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui