Pedro evita polemizar imbróglio envolvendo Tovar, Ludgério e Bruno

Presidente estadual do PSDB na Paraíba, o deputado federal Pedro Cunha Lima evitou polemizar, durante entrevista nesta sexta-feira (03), o imbróglio envolvendo os deputados Manoel Ludgério (PSD), Tovar Correia Lima (PSDB) e o ex-deputado Bruno Cunha Lima (PSD) após o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab endossar o nome de Cunha Lima para sucessão na Rainha da Borborema, nas eleições desse ano.

Pedro disse que, a priori, seu foco é atravessar a pandemia e que o debate eleitoral acabou ficando para mais adiante, por isso a discussão sobre a escolha do pré-candidato ficou sob a condução do prefeito Romero Rodrigues (PSD).

“Romero que conduz esse processo desde o início, e eu sempre afirmo esse ponto, mas com a pandemia terminou que o foco é atravessar esse momento e a discussão eleitoral ficou mais para adiante. Eu continuo acompanhando, querendo contribuir, independentemente da minha posição, seja como candidato ou não, e sigo em sintonia com o que Romero tem manifestado”, ressaltou.

Recentemente, em postagem nas redes sociais, o ex-vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldinho Cunha Lima (PSDB) saiu de cima do muro e se posicionou pró-escolha do nome do ex-deputado Bruno Cunha Lima para encabeçar a majoritária na cidade. A expectativa é que, mais uma vez, a vice fique a cargo do Progressistas da família Ribeiro e que atualmente ocupa o cargo com o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro.

 

PB Agora

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *