aprovação da PEC dos Precatórios em segundo turno na Câmara dos Deputados, na noite desta terça-feira (9/11), é não só uma vitória do governo Bolsonaro, mas também um indicativo de que a oposição permanece dividida. Legendas de espectro ideológico contrário ao Planalto, como o PDT e o PSB, embora tenham recebido de seus líderes a orientação de se posicionar contra a matéria, apresentaram novamente votos favoráveis à PEC, a exemplo do que ocorreu no primeiro turno.

Resultado: no segundo turno, o governo aumentou o número de apoios à proposta, principal aposta para bancar o Auxílio Brasil, passando de 312 votos para 323.

Veja, aqui, como votou cada bancada e cada parlamentar no segundo turno da PEC dos Precatórios.

Entre os pedetistas, nem mesmo a decisão de Ciro Gomes (CE) de suspender sua pré-candidatura à Presidência da República e a ameaça de três parlamentares de se desfiliarem da legenda, caso a bancada não votasse contra a PEC, foram sufucentes para reverter alguns votos.

Cinco pedetistas desobedeceram o partido e fecharam com o Palácio do Planalto: Alex Santana (BA), Subtenente Gonzaga (MG), Flávio Nogueira (PI), Silvia Cristina (RO) e Marlon Santos (RS). O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, preferiu comemorar os votos revertidos de 10 parlamentares e minizou os “traidores”: “Estão de saída“.

Socialistas mantêm votos pró-governo

No PSB, o quadro não sofreu mudanças: foram 10 votos pela PEC dos Precatórios no segundo turno, mesma quantidade do primeiro, não obstante a orientação da legenda pela reprovação da matéria.

Emidinho Madeira (MG), Cássio Andrade (PA), Aliel Machado (PR), Luciano Ducci (PR), Liziane Bayer (RS), Rodrigo Coelho (SC), Jefferson Campos (SP), Ricardo Silva (SP), Rodrigo Agostinho (SP) e Rosana Valle (SP) votaram com o Planalto.

É bem verdade que os votos dos “traidores” do PDT e do PSB, caso revertidos, não seriam suficientes para derrotar o governo. A matéria obteve, neste segundo turno, 323 votos favoráveis. Sem o apoio desses 15 parlamentares, a PEC ainda ficaria com 308 votos, exatamente a quantidade necessária para sua aprovação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui