Ilustração do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA sobre a morfologia do coronavírus. Doença já matou 1,68 milhão de pessoasReprodução/CD

Os dados acumulados da pandemia continuam mostrando os idosos como o grupo mais afetado desde o início. O Poder360 comparou a faixa etária dos mortos por covid-19 de até maio e até dezembro. A maior proporção de vítimas tinha acima de 60 anos, mas o percentual de jovens não é desprezível.

No Brasil, os idosos correspondiam a 69,2% dos mortos até maio. Agora, correspondem a 74% do total de mortos pela pandemia. As pessoas com mais de 60 anos são 13,6% da população.

O fato de os idosos continuarem com presença mais elevada no acumulado de mortes não significa que nos últimos meses os percentuais tenham se mantido os mesmos. Há relatos sobre maior contaminação de jovens recentemente no Brasil, o que pode ter feito a taxa de mortalidade dentro desse grupo também aumentar. Como na maior parte da pandemia, até agora, os idosos foram o grupo mais afetado, os dados acumulados podem esconder variações recentes.

Poder360 pediu ao Ministério da Saúde do Brasil informações sobre a faixa etária dos mortos por mês e não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Poder360 também apurou os dados de Estados Unidos, Suécia, Reino Unido, Itália e Espanha.

ITÁLIA ????????

O percentual de mortos com mais de 60 anos permaneceu no mesmo patamar: 95,4%. O país tem 28,4% de idosos na população. O país enfrentou um crescimento intenso no número de casos e mortes a partir de outubro. Registra mais infectados e vítimas diárias do que no início da pandemia.

 

 

EUA ????????

A faixa etária do acumulado de mortos ficou estável. Os idosos nos Estados Unidos equivalem a 22,4% da população.

REINO UNIDO ????????

O percentual dos mortos que têm  mais de 60 anos também permaneceu estável, com leve alta, em 93,7%. Os idosos equivalem a 24,1%.

SUÉCIA ????????

O percentual de mortos com mais de 60 anos ficou em 96,4%. No país, 25,8% têm mais de 60 anos.

ESPANHA ????????

Os idosos são 93,9% das vítimas, uma pequena variação negativa. Pessoas acima de 60 anos são 25,7% da população.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui