Não foi uma grande exibição do Palmeiras, mas o time alviverde jogou para o gasto, fez o dever de casa, venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0, e, mesmo que com chances remotas, ainda sonha com uma possível briga pelo título do Brasileiro. O jogo da 27ª rodada teve o gol marcado por Luiz Adriano.

O Palmeiras chegou aos 44 pontos e ocupa o 5º lugar na tabela, mas com um jogo a menos, contra o Vasco, referente à primeira rodada. O próximo compromisso do Verdão pelo Campeonato Brasileiro é diante do Sport, dia 9 de janeiro, em confronto antecipado válido pela 29ª rodada. Já o Red Bull Bragantino é o 13º colocado, com 31 pontos e vai receber o líder São Paulo, na quarta-feira, dia 6.

Verdão sai na frente e trave impede o segundo Embora o início da partida tenha sido com o Red Bull Bragantino valorizando a posse de bola, o primeiro chute ao gol foi palmeirense. Lucas Lima ajeitou e Patrick de Paula arriscou de fora da área, porém, o volante pegou mal na bola e mandou longe do gol.

Entretanto, logo na sequência, Cuello cruzou, Empereur não afastou e a bola sobrou para Ryller, que não acertou o alvo. Cuello teve outra oportunidade para os visitantes, mas a batida foi por cima da trave defendida por Weverton. O Palmeiras, por sua vez, conseguiu criar uma chance de perigo com os laterais. Gabriel Menino levantou na área e encontrou Viña.

O uruguaio mandou de cabeça rente ao poste do Red Bull Bragantino. Porém, no segundo avanço de Gabriel Menino, saiu o gol. O lateral direito cruzou e Luiz Adriano cabeceou. Cleiton ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar a abertura do placar. Em mais uma jogada ofensiva, Cuello bateu novamente de média distância e, mais uma vez, foi por cima. Já a finalização de Breno Lopes assustou mais.

O atacante do Palmeiras recebeu passe de Lucas Lima e mandou uma bomba no travessão do Red Bull Bragantino.  Trave joga a favor do Palmeiras Assim que as equipes retornaram ao campo, o Red Bull Bragantino foi para o ataque, mas esbarrou na defesa alviverde. Até mesmo quando Aderlan pegou de primeira, a bola bateu na defesa palmeirense, assustou Weverton e foi para fora.

Se no primeiro tempo a trave salvou o Massa Bruta, no segundo, ela foi inimiga. Weverton tentou afastar o cruzamento com um tapa, mas a bola sobrou para Claudinho. O chute do meia contou com um bate-rebate e ficou para Ytalo, que deu um leve toque e acertou a trave do Palmeiras. O Red Bull Bragantino era melhor e mostrava que queria o gol de empate.

Cuello, em mais uma tentativa, chutou colocado e o goleiro alviverde voou para fazer uma linda defesa. O jogo tinha um personagem inesperado e importante. Depois do levantamento de Claudinho, Ytalo cabeceou e a bola bateu no travessão antes de sair. Terceira finalização, sendo a segunda do Bragantino, que parou no poste.

Apesar disso, Ytalo não se deu por vencido e após receber passe dentro da área, girou e chutou para Weverton agarrar com segurança.  Só dava o time visitante e Lucas Evangelista mandou uma bomba que tirou tinta da trave de Weverton. Já Artur, recebeu, cortou Empereur e bateu colocado, mas também mandou para fora.

O Massa Bruta rondava a área adversária e tentou o empate com Fabrício Bruno, que chutou de longe e por pouco não marcou. O Palmeiras ainda teve uma chance de matar o jogo com Raphael Veiga, que pegou mal na bola e mandou muito alto, antes do árbitro decretar a vitória do Verdão.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui