O enterro do motoboy Kelton Marques, morto após ser atingido por um carro em alta velocidade, no início da manhã de sábado (11), foi marcado por muita comoção, neste domingo (12).

O pai de Kelton lembrou que o filho tinha três empregos para sustentar a família e que fazia de tudo por suas duas filhas, uma de dez e uma de um ano de idade. Ele também aproveitou para pedir justiça e informou que o suspeito de ter atropelado Kelton já responde a um processo por atropelamento no interior do estado. “Queremos justiça, esse homem não pode ficar impune”, disse.

Veja o cortejo:

Entenda:

Kelton Marques foi atingido por um veículo que estava há 163 km/h e avançou o sinal vermelho na rua Flávio Ribeiro Coutinho (o retão de Manaíra). Com a violência do impacto, o motoboy foi arremessado. O carro segue desgovernado, bate no muro de um condomínio e ainda roda na pista algumas vezes antes de parar. O motorista fugiu a pé e ainda não foi encontrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui