Presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo se manifestou sobre anulação das condenações do ex-presidente Lula no âmbito da Lava Jato. A decisão é do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Para o dirigente, o momento é de comemoração, mas, ao mesmo tempo, não deixou de criticar uma suposta “tentativa” de livrar o ex-juiz Sergio Moro.

“Estamos comemorando muito a decisão. Logicamente que, de certa forma, uma decisão esperta, entre aspas, porque ele tenta livrar Sergio Moro da suspeição. O que nós queremos é a anulação de todos os processos de Lula pela suspeição de Moro que está em julgamento na 2ª turma do STF. Então Fachin para livrar Moro dessa suspeição, toma essa decisão”, afirmou.

Decisão

Ao decidir sobre pedido de habeas corpus da defesa de Lula impetrado em novembro do ano passado, Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula. Segundo o ministro, a 13ª Vara Federal de Curitiba, cujo titular na ocasião das condenações era o ex-juiz federal Sergio Moro, não era o “juiz natural” dos casos.

Ouça:

Saiba mais:

Elegível outra vez: relator da Lava Jato no STF anula condenações de Lula

PBAgora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui