O artilheiro da Copinha, Werick Popó, deu o primeiro golpe. Com o rival tonto, Reifit marcou nos acréscimos e garantiu a classificação do Oeste contra o Flamengo, após vitória por 2 a 0 em Barueri.  Com a vaga garantida, o Oeste agora terá pela frente, nas oitavas de final da Copinha, a equipe baiana do Canaã, que eliminou o Juventus na Rua Javari.

Oeste dá poucas brechas Adotando um 4-4-2 na fase defensiva, o Oeste jogou retraído, buscando sair em bolas longas para o forte, e técnico, atacante Werick Popó, um dos destaques da Copinha.

Foi de Popó a primeira boa chance de gol, mas a defesa flamenguista conseguiu bloquear o chute.  Sem conseguir o protagonismo esperado no início do jogo, o Flamengo ameaçou pela primeira vez através de um grande lançamento de Otávio para Petterson, que saiu na cara do gol, mas parou no goleiro Alê.

O Rubro-Negro tentou, então, dominar de forma mais eficiente, usando os laterais como alas para avançar pelos corredores laterais. Mas o Oeste permitiu poucos avanços pelo setor.  Apesar da pressão carioca, o primeiro tempo foi de poucas chances, sem tanto trabalho para o goleiro Alê e, também, sem muitas oportunidades do outro lado para Popó.

O nocaute O desempenho ofensivo do Flamengo no segundo tempo foi ainda inferior ao primeiro. Nem as alterações, inicialmente no lado direito do time, surtiram efeito.  O Oeste aproveitou o momento ruim do rival. Após uma saída errada de Bruno, Kauã fez boa jogada pela canhota e cruzou para Popó desviar para dentro: 1 a 0.

A entrada de Carlos Daniel na ponta esquerda tampouco melhorou o desempenho rubro-negro. Apesar do abafa dos cariocas no fim, a eliminação foi confirmada com outro gol nos acréscimos. Reifit aproveitou erro de Igor Jesus na saída e carimbou a classificação do Oeste.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui