O número de ataques a agências bancárias na Paraíba caiu no Estado, sendo  o menor desde 2011. Durante muito tempo, os ataques a bancos e caixas eletrônicos, amedrontavam a população do interior paraibano, visto que praticamente, toda a semana, vários bancos eram explodidos no Estado por quadrilhas especializadas neste tipo de crime.

Durante o ano de 2021, foram registrados 7 ataques a agências bancárias na Paraíba, conforme levantamento do Sindicato dos Bancários do estado. Este é o menor número desde 2011, quando a pesquisa começou a ser realizada, e representa um declínio que vem acontecendo desde 2016.Com relação a 2021, o total de casos teve uma redução de 58,8%. A porcentagem de queda nos casos em 2021 foi superior ao declínio de 2020, que correspondeu a 22,7%. A redução, no entanto, não superou a de 2019, quando os números foram três vezes menores do que os registrados em 2018, representando uma diminuição de 66,6%.

Em 2011, quando o mapa foi realizado pela primeira vez, foram 72 ocorrências registradas em um ano. E esses números, com algumas oscilações, foram crescendo até chegar ao ápice em 2015, quando houve 132 crimes a bancos na Paraíba. De lá para cá, no entanto, os números começaram a cair: 105 em 2016, 81 em 2017, 66 em 2018 , 22 em 2019, 17 em 2020 e, por fim, 7 em 2021.

Dos 7 registros de ataques a agências bancárias em 2021, cinco foram explosões de caixas eletrônicos, o tipo de crime contra bancos que historicamente é o mais comum. Com relação a 2020, o número apresentou queda em mais de 50%. O Estado garante que vai se manter firme no combate a esse tipo de crime, para garantir tranquilidade e segurança aos paraibanos.

PBAgora 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui