A Era da dualidade Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no futebol foi longa e com uma coleção infindável de recordes. Nunca dois jogadores dominaram por tanto tempo o cenário do futebol mundial. Os craques seguem na ativa e em forma impressionante, mas nem mesmo gênios e máquinas resistem ao tempo.

Uma nova era se aproxima, e Kylian Mbappé e Erling Haaland mostraram nesta semana que são candidatos a herdar os tronos de CR7 e Messi. Não se enganem. Cristiano Ronaldo, com 36 anos recém-feitos, e Messi, prestes a completar 34, ainda desafiam o peso da idade e continuam com exibições e números de dar inveja.

O luso é o atual artilheiro do Italiano, com 16 gols, e segundo em participação direta em gols, com 18 (somando assistências). Messi é o vice-artilheiro da Espanha, com 15 gols e o primeiro em participação em gols, com 18. Fazem isso mesmo quando seus clubes não vivem seus melhores momentos.

Na Liga dos Campeões, os números são assombrosos. Cristiano Ronaldo é o artilheiro histórico, com 134 gols, seguido por Lionel Messi, com 119. A diferença para os terceiros colocados é grande: Robert Lewandowski e Raúl González têm 71 gols cada. Mesmo assim, a dupla não conseguiu impedir as derrotas de Barcelona e Juventus nas oitavas de final.

No ano passado, Ronaldo, que carrega o apelido de “Senhor Champions”, já tinha caído nesta fase. Já o argentino ficou para trás nas quartas, mas de forma humilhante, com a goleada do Bayern de Munique por 8 a 2. A nova geração O domínio de CR7 e Messi foi tanto que por muito tempo foi difícil encontrar candidatos a pelo menos chegar perto da dupla de super-craques.

Neymar parecia o único capaz do feito, e ninguém pode negar seu histórico de títulos, mas o brasileiro foi atrapalhado por uma série de fatores nos últimos anos, como lesões e polêmicas extra-campo, e viu seu prestígio internacional se reduzir. Fora isso, Messi e Ronaldo não deram espaço para terceiros mesmo depois dos 30.

Mbappé e Haaland hoje são os candidatos mais naturais para a nova geração de super-craques. A dupla leva ainda uma vantagem sobre Neymar: a expectativa pelo auge já sem a concorrência de Messi e Cristiano Ronaldo. As conquistas e números dos jovens talentos impressionam. Com apenas 22 anos, Mbappé já é um veterano.

No currículo leva quatro títulos do Campeonato Francês e uma Copa do Mundo, entre outros. É o atual artilheiro do Francês, com 16 gols, e tem assumido o protagonismo na ausência de seu amigo Neymar. Na Liga dos Campeões já soma 24 gols em 41 jogos. Haaland começou na Noruega e passou pela Áustria e sua maior conquista foi o pouco relevante campeonato austríaco.

Mas é raro encontrar alguém capaz de produzir tantos gols aos 20 anos na história do futebol. Na Liga dos Campeões ninguém chegou perto: são 18 gols em 13 jogos. Com o mesmo número de partidas, Messi tinha apenas três gols. Ronaldo sequer tinha anotado o primeiro.

O futuro sem Messi e CR7 está chegando. Irá a nova geração honrar o legado da dupla?

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui