Mesmo sem fazer um grande jogo no Luigi Ferraris, a Juventus teve forças para superar o Genoa e voltar para Turim com os três pontos. No jogo 100 com a camisa bianconera, Cristiano Ronaldo marcou dois gols de pênalti para garantir o placar de 3 a 1.  A Velha Senhora chega a 23 pontos e volta ao G4 da Serie A, com três pontos a menos que o líder Milan, que ainda joga na rodada.

Os Rossoblu estão na zona de rebaixamento, com seis.  Juve enfrenta dificuldades Com algumas alterações com relação ao duelo da Liga dos Campeões, Andrea Pirlo adotou um 4-4-2 mais fixo, tanto na fase defensiva quanto na saída de jogo. Com o Genoa bem fechado, a defesa bianconera usou muito a ligação direta para quebrar a primeira linha de marcação.

Com pouco poder na criação, a Juventus levou perigo pela primeira vez usando a bola parada. McKennie ficou com sobra de escanteio na área e cabeceou no canto, mas Perín fez boa defesa.  Bentancur teve chance de finalização aos 17, ao ficar com sobra de lançamento de Cuadrado. O chute, porém, acabou saindo um pouco torto, fora do alvo.

O primeiro tempo foi todo de pressão da Juve e resistência do Genoa. Lenta, a Velha Senhora seguiu buscando a ligação direta, mas diante de uma defesa bem recuada, não penetrou de forma alguma. Poucas emoções em Genova.  Ronaldo faz dois Pouco ativo no primeiro tempo, Cristiano Ronaldo teve chance de arremate no início da segunda parte, mas não acertou o alvo.

O gato e rato foi o mesmo na segunda parte.  Aos 11 minutos, enfim, uma bola da Juve encaixou (do mesmo jeito que o time tentou o jogo todo). De Ligt lançou, McKennie desviou e Dybala recebeu na frente. Mano a mano com o zagueiro, o argentino abriu para a canhota e mandou para a rede, sem chance de defesa de Perín.

Quando as coisas pareciam encaminhadas para os Bianconeri, a lei do ex deu as caras no Luigi Ferraris. Sturaro recebeu cruzamento no segundo pau e desviou para empatar.  Pirlo tentou adiantar sua equipe com Álvaro Morata. O jogo se abriu, e Ronaldo desperdiçou sua chance mais clara até então aos 26, em cabeçada (bem) defendida por Perín.

Aos 30 minutos, Rovella errou o bote em Cuadrado na área e o árbitro marcou pênalti. Ronaldo bateu forte, no meio do gol, para colocar a Juve em vantagem.  Ronaldo ainda teve outra chance de pênalti para selar de vez a vitória. Após falha tremenda da zaga, Perín acabou derrubando Morata na área e dessa vez Ronaldo bateu no canto superior esquerdo para fechar a conta em 3 a 1.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui