No Dia da Consciência Negra, Nilvan Ferreira, candidato a prefeito de João Pessoa fala que foi vítima de preconceito e anuncia fortalecimento de políticas públicas para as minorias. A proposta foi apresentada durante entrevista concedida, nesta sexta-feira (20), ao apresentador Daniel Lustosa na TV Tambaú.
Nilvan ao ser questionado sobre projetos ou propostas para as minorias relatou que são necessárias políticas eficazes na Capital. “Precisamos fortalecer as políticas públicas de luta pela igualdade. Falo isso por conhecimento de causa porque na minha trajetória de vida também fui vítima de preconceito. Sei o quanto é pesado vencer na vida tendo que superar todos os problemas. Sou um homem realizado, mas também tive que superar uma outra dificuldade que é o preconceito. O caráter de um ser humano não se mede pela cor”, comentou.
O candidato também falou dos apoios que vem recebendo e ressaltou que neste momento é preciso unir a cidade com propostas e projetos, através de um Plano de Gestão que derrube os muros e construa pontes. “Precisamos unir essa cidade para viver um novo momento. Romper com o modelo de corrupção que existe. Não podemos entregar a prefeitura para quem também governa o estado. É preciso a prefeitura servir de modelo”, disse.
Nilvan reafirmou o compromisso com os servidores públicos e com os prestadores de serviço. “Não vou ser um prefeito perseguidor. Prestador de serviço na minha gestão não será demitido. O problema do prestador de serviço não foi criado por eles e sim pelos gestores. A necessidade do serviço público é ter o prestador de serviço em várias áreas. Não vai ser Nilvan que vai colocar ninguém no olho da rua com 10 anos, com 15 anos, sem direito nenhum”, concluiu.
Assessoria Nilvan Ferreira 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui