Diante do cenário atua de crise sanitária e, por consequência, crise também na economia, o Governo Estado já calcula a possibilidade de antecipar, ou não, a parcela do 13º salário dos servidores.

“Nada está certo ainda”, resumiu o secretário de Estado da Fazenda, Marialvo Laureano, o adiantamento da parcela do 13º salário. Segundo Marialvo, a equipe econômica do estado segue realizado estudos, que tiveram que ser revistos após a queda na arrecadação no mês de maio.

– A queda na arrecadação foi na ordem de R$ 160 milhões. O auxílio federal será de R$ 112 milhões, só que esse recurso, promulgado na última quinta-feira (28), ainda não tem data para ser disponibilizada. De qualquer forma, a equipe econômica está analisando, passará um relatório para o governador, que irá decidir o que fazer.

 

PB Agora

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui