No reencontro com seu torcedor na Arena Castelão, o Ceará bem que tentou, mas não saiu do zero com o Internacional, que sentiu muita falta de Edenílson. Com a bola rolando, o Vozão criou boas chances, principalmente na segunda etapa, mas parou no goleiro Daniel.  Com o resultado, o time comandado por Tiago Nunes chega a 29 pontos, na 12ª colocação.

Do outro lado, o Colorado perde a chance de colar no G4 e ocupa o oitavo posto, com 33. Equilíbrio e nada de gols O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio no Castelão. Com alternância de domínio, cada time teve um bom momento no jogo.

O Colorado iniciou melhor e chegou com perigo logo aos dois minutos com Yuri Alberto. Pouco tempo depois, o camisa 11 colorado apareceu com perigo outra vez e, após belo lançamento de Patrick, obrigou João Ricardo a se esticar todo para salvar o Vozão.

Passados os instantes iniciais, o Ceará equilibrou as ações, passou a ter volume ofensivo e criou grandes chances para inaugurar o marcador. Na melhor delas, aos 19, após boa triangulação, Vina recebeu na área e bateu firme para grande defesa de Daniel. O domínio alvinegro seguiu até o intervalo. Pelo alto, o Vovô criou a última boa oportunidade da etapa inicial.

Após cobrança de escanteio pelo lado direito, Cléber foi no terceiro andar, ganhou da marcação e testou no cantinho, tirando tinta da trave.  Ceará tenta, mas empate é mantido Na volta do intervalo, o time comandado por Diego Aguirre foi para cima nos primeiros minutos e teve boa chance com Patrick, que recebeu na área, mas acabou travado na hora da finalização.

A resposta cearense veio logo na sequência. Atento, Cléber desarmou Paulo Victor no meio-campo e armou um contra-ataque. O centroavante tabelou com Vina, invadiu a área e soltou uma bomba, que explodiu no travessão. Com o passar do tempo, o jogo caiu de rendimento.

O Internacional, sofrendo com a ausência de Edenílson, não encontrou forças para dominar o meio campo e não conseguiu se aproximar da meta cearense. Do outro lado, o Vozão acordou no terço final e assumiu as rédeas da partida. Com imposição, o Alvinegro passou a pressionar e criou espaços para resolver a partida.

No gol colorado, porém, Daniel, em atuação inspirada, manteve o empate no Castelão. Na melhor chance da etapa complementar, aos 31 minutos, Vina cruzou na medida para Cléber, que cabeceou com muito perigo e Daniel se esticou todo para operar um milagre. O Ceará insistiu, mas a rede não balançou: 0 a 0.

 O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui